quinta-feira, 18 de outubro de 2007

A Borboleta


Era uma vez uma menina
Tão cheiinha de calor
Abanava um abaninho
Como se fosse uma flor * ** ***

Como se fosse uma flor
Uma rosa ou uma violeta
E em volta dela voasse
Feliz uma borboleta * ** ***

E veio a mãe veio o pai
E disseram: Filha minha!
Não te canses a abanar
Ligamos a ventoinha! * ** **

Veio o avô veio a avó
Com um ar consternado:
Não te canses a abanar
Pomos o ar condicionado! * ** ***

Param as mãos da menina
Uma rosa ou uma violeta
E em suas mãos pequeninas
Adormece a borboleta. * **


Matilde Rosa Araújo
In As fadas verdes

1 comentário:

*marise* disse...

Oh que linda borboleta
suas asinhas
cor de violeta

Na Primavera
sempre a voar
no meu nariz
ela veio poisar


Bjinhinho amiguinha, *adoro-a*